RESENHA "A CASA DE HADES" [RICK RIORDAN]

" Em frente às portas da morte, o ar escureceu e se solidificou... Tártaro abriu os braços. Por todo o vale, milhares de monstros uivaram e rugiram, batendo as armas e gritando em triunfo. As portas da morte estremeceram nas correntes.
Sintam-se honrados, pequenos semideuses, disse o deus das profundezas. Nem mesmo os olimpianos mereceram a minha atenção. Mas vocês... Vocês serão destruídos pelo próprio Tártaro!"


INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Autor: Rick Riordan

Edição: 1

Editora: Intrínseca

Ano: 2013
Páginas: 496

Skoob: AQUI

Chegamos a ultima resenha do ano de 2013 . E sabe porque eu fiquei mais feliz? Eu tava contando ao meu grupo de amizade, que eu passei por uma das maiores ressacas literárias (explicação) da minha vida, cerca de um ano e meio, e consegui passar disso com Percy Jackson. E a minha promessa era terminar o que já existia da saga até o fim do ano. Terminei ontem a noite. E fiquei feliz.

       A história começa quando Percy e Annabeth estão no Tártaro, tentando passar por todo o percurso até chegar as Portas da morte, subir para o mundo mortal e fecha-las para nenhum monstro voltar ao mundo, enquanto os outros 5 semideuses da profecia, junto com Nico Di Angelo e o treinador Hedge estão a procura da Casa de Hades, no intuito de encontrar as Portas da morte, retirar Percy e Annabeth do Tártaro e fechar as Portas da Morte. Isso no estilo semideuses de ser, ou seja, enfrentando monstros a cada dez passos. 

        No começo eu achei extremamente parado, sem graça. Depois da página 200 (aproximadamente, galera), as coisas foram esquentando e melhorando. Ver o romantismo de Percy e Annabeth era coisa de outro mundo, nunca vi um casal tão determinado a ficar junto na minha vida. Todos os semideuses se superaram na história, com relação aos seus poderes. Amadureceram. 
        Em relação a amadurecimento, Rick é o cara. A linguagem se torna mais adulta com o passar dos livros, ou seja, crescendo junto com os meninos. Mesmo com as falhas básicas, a leitura é gostosa. Bem detalhada (meeesmo) e com uma linguagem fácil, sem rebuscamento. 

         O que achei mais lindo no livro foi todo o romantismo entre os personagens (inclusive o Nico...)

"Annabeth encostou os lábios no ouvido de Percy.- Amo você.
Não sabia se ele podia ouvi-la, mas, se morressem, ela queria que aquelas fossem suas últimas palavras."

— Voltarei para você, Calipso — disse ele ao vento da noite. — Juro pelo Rio Estige.

    Tem coisa mais linda do que o amor? Enfim, estou esperando ansiosamente pelo próximo livro, porque esse foi o que Rick fez comigo nesse livro: Me entediou no começo, me fez me apaixonar no meio e no fim, e ficar desejando mais. 

          Enfim, espero que tenham gostado dessa ultima resenha do ano. O que acharam do livro?
          
Tamiris Leitão
Pausa para um livro

You May Also Like

2 comentários

  1. Eu amo os livros de Os Heróis do Olimpo por causa disso que você falou do Rick, o madurecimento na escrita é gigantesca.
    Amei A Casa de Hades porque todos os personagens cresceram, até o Jason parou de desmaiar tanto (não gosto muito do Jason hahaha.), como a Hazel e o Frank que evoluiriam demais com os poderes. Surtei demais com Percy e Annabeth, e chorei horrores no final com o Bob, hahaha.
    Agora é esperar por BoO!
    Ótima resenha, Tami!
    Bjs,
    Kami.
    http://gostoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, adoreei a resenha, parabéns! Estou super a fim de começar a ler os livros de Os Heróis do Olimpo, li Percy Jackson no começo de 2013 e adorei cada um dos livros. Deve ser ótimo notar o amadurecimento da escrita no decorrer dos livros, mal posso esperar por lê-los.
    Desejo a você um ótimo 2014, repleto de muitas realizações e de coisas boas (incluindo boas leituras hehehe). Beijão! :D
    http://lerissakunzler.blogspot.com/

    ResponderExcluir