Perdida - Carina Rissi

Edição: 1
Editora: Verus
Ano: 2013
Páginas: 364
Skoob: AQUI 




Perdida conta a história de Sophia, habitante de uma grande cidade do século XXI. Cheia de modernidade, Sophie tem pavor a casamento. Só de ouvir a palavra ela já corria. Ela meio que não acreditava no futuro entre duas pessoas. Pelo menos até conhecer Ian Clarke. Depois de uns problemas em uma festa, Sophia tem que comprar um novo celular. E ao fazer isso ela é encaminhada ao século XIX, conhecendo Ian. Ian é um rapaz habitante dessa cidade do século XIX, bastante respeitado e cobiçado. Ao ajudar Sophia, encontra alguma coisa em toda a gíria dela que o encanta. Enquanto isso, ela tenta alguma forma de ir embora daquele século que ela só sabia dos costumes ao ler as obras de Jane Austen. Mas no caminho entre isso e realmente ir embora, ela fica muito tempo com Ian, conhecendo um rapaz bom e... Quente? Ela começa a sentir algumas coisas por ela, que a faz repensar se o século XXI é realmente o local pra ela.

Eu simplesmente fiquei apaixonada pela história. Normalmente, quando se fala em tempo, viagem no tempo pra ser mais específica, não se viaja tão longe. Carina  conseguiu criar um romance histórico e moderno de uma forma INCRÍVEL. Você cria desejos durante a obra e torce por determinada coisa acontecer, porém de uma forma fofa.

Os personagens são fortes e característicos: Sophia é corajosa, porém rebelde e cheia de gírias modernas. Não vive sem a tecnologia, mas gosta de ler histórias de época. Já Ian é respeitado e educado, cheio de conversas antigas e “senhoritas” expressos em diálogos. Eles forma escritos de formas coerentes, e sem deslizes durante a obra (com relação a personalidade). Os personagens secundários são fortes, e importantes durante a obra. Sempre que algo de importante acontecesse, sempre tinha alguém ajudando ou prejudicando de forma a contribuir com o resultado.


A escrita de Carina é deliciosa, simples e prática. Ela conseguiu conduzir a história de um jeito tão delicioso, que quando terminei eu fiquei ansiosa por Encontrada. Ansiosa mesmo. Perdida conseguiu ser umas das melhores leituras que li em 2014, o que eu acho incrível. A diagramação da Vêrus ficou ótima, e com uma capa linda. Em resumo: Fiquei perdidamente apaixonada por Perdida. 

You May Also Like

4 comentários

  1. Não vi até agora que não ficou perdidamente apaixonada por Perdida! kkkkkkkkkk
    Achei muito legal a autora escrever um romance histórico com uma viagem no tempo. Muito original a ideia! Muito ansiosa pra ler!
    Amei a resenha! Bjs, Tam <3

    ResponderExcluir
  2. Confesso que, a primeira vez que vi a capa desse livro, não me interessei muito em procurar por sua história. Sim, tenho o pequeno probleminha de julgar um livro pela sua capa. T-T. Mas, depois de ler essa resenha, realmente fiquei tentada a ler. Algo me diz que, quando eu ler, vou me identificar bastante com a personagem Sophia. Heh. E, sem dúvida, irei me apaixonar por Ian. Mais um para a listinha de maridos literários. Hahah.

    Adorei a resenha. :3
    Beijos. ♥

    ResponderExcluir
  3. Já tem um tempo que eu penso em ler esse livro e acabo ficando com medo por causa dessa coisa de viagem ao tempo; histórias desse tipo raramente tem o fim que eu quero. Mas tenho visto tanta gente falar bem deste que, pelo visto, a curiosidade vai falar mais alto. Como resistir a um mocinho elegante do século XIX?

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Que bom saber que o livro é maravilhoso, gostei de saber mais ainda que a Carina soube como sustentar os seus personagens, dando importância tanto aos principais, que você disse ser fortes, e aos seus secundários que devemos dá atenção a eles. Deve ser uma ótima leitura.

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir