Inferno - Dan Brown

Informações técnicas

Edição: 1
Editora: Arqueirro
Ano: 2013
Páginas: 448
Comprar: Buscapé



A grande responsabilidade de falar sobre um dos meus livros favoritos é grande demais. Quem me conhece um pouco sabe que Dan Brown é o meu segundo escritor favorito e, mesmo sendo apaixonada pela sua obra, eu confesso que temi não gostar muito de Inferno.




Quem acompanha o autor sabe que os livros dele acabam seguindo uma ordem lógica, você com o tempo acaba notando que a pessoa que parece ser boazinha não é tão boazinha e a malvada é do bem, mas mesmo assim, toda vez que isso acontece no decorrer da história isso te surpreende muito.
Mas, não é isso que acontece em Inferno. A única coisa que eu digo a vocês é: NÃO ACREDITEM EM NADA.
Dan Brown consegue, de uma forma fantástica, enganar você o livro inteiro, existem passagens na história que ele faz você pensar que significam uma coisa que não é e isso não aconteceu apenas comigo, mas com todas as pessoas que eu conheço e que já leram o livro.

Enfim, o livro conta mais uma aventura de Robert Langdon, o famoso professor de simbologia de Harvard que, dessa vez, acorda misteriosamente em um hospital.
Sem saber o que aconteceu ou onde está, Robert percebe que tem um ferimento de bala na cabeça e que, em decorrência disso, acabou perdendo a memória. 
Após algum tempo ele se vê obrigado a fugir do hospital, pois está sendo caçado por alguém.
O romance se passa em Florença na Itália e conta uma trama inteiramente baseada na famosa obra do escritor italiano Dante Alighieri "A Divina Comédia". 

A decisões do passado são os arquitetos do presente.

Não quero muito entrar no enredo da história para não tirar a graça do livro, mas basta dizer que Robert vai contar com a ajuda da suposta médica Siena Brooks para desvendar um engenhoso mistério que envolve um possível psicopata, a volta de misteriosas doenças do passado, a super população mundial e o fim do mundo.
A história toda é bastante empolgante, é impossível largar o livro por um segundo (assim em como todos os outros livros do autor). Dan Brown continua com a sua mágica escrita que te faz viajar pela história do mundo, por velhas cidades, museus e lindos cenários.

A diagramação do livro é linda, a capa mostra um pouco da encantadora cidade de Florença, Itália, e o famoso escritor Dante. Além disso, a divisão dos capítulos continua igual a dos outros livros do autor, capítulos curtos e bem divididos, que sempre alternam entre diversos núcleos da história, te deixando ainda mais ligado na leitura.


O que mais me encantou em tudo foi a capacidade de Dan Brown se superar, quando você começa a achar que entende a obra e o estilo de escrita do autor, ele muda completamente seu modelo e inova sem perder nem um pouco da qualidade.

Os lugares mais escuros do inferno estão reservados para aqueles que manter sua neutralidade em tempos de crise moral.

Aqui vão duas dicas para quem quer se aventurar nesse romance:
1 - Se você nunca leu nenhum livro de Dan Brown, não comece por esse. Apesar das histórias serem independentes, a mágica desse livro é a surpresa que você tem ao ver a quebra do estilo do autor, ou seja, comece pelos outros livros da série, se acostume com o estilo dele e se surpreenda ainda mais com Inferno;
2 - Se você já leu os outros livros, sabe que o autor adora explorar detalhes da cidade onde se passa a história, ou seja, ele vai descrever minuciosamente as ruas, os museus, as pontes e não há nada melhor do que você acompanhar isso tudo. Não é por outro motivo, se não esse, que existem edições ilustradas de todos os livros de Dan Brown, no entanto, eu como uma pobre leitora decidi que seria mais legal acompanhar a história ao lado do computador, sendo assim, o livro se torna bem mais real e mágico se você procura todas as referências citadas, parece que você está realmente dentro da história, experimentem.

You May Also Like

6 comentários

  1. Dan Brown é um gênio, até hoje eu só li O código da Vinci e Anjos e demônios do autor, mas a forma como ele desenrola os livros é muito boa, te faz ficar grudada e não querer largar mais. Ainda não li inferno, mas estou querendo muito depois dessa resenha!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum dele, acredita?
    AAh, então vc começar por outro, ler no mínimo os 2 dele, e depois pego esse pra entender melhor o estilo do Dan!!!
    Dizem que é um escritor muito inteligente, mas confesso que nenhum dos livro dele me chamou mto atenção, mas mesmo assim, quero ler, afinal, quantas vezes nos surpreendemos né!?
    bjoos

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nenhum livro do Dan Brown, e sinceramente, não sei porque. Acaba que quando eu vou escolher um livro pra ler, eu passo esses, não sei exatamente o motivo. Tenho sim vontade de ler, porém não sei se agora. Mas bom, falam muito bem dele, então...
    Beijos,
    http://lendouniversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Esse foi o único livro do Dan Brown que eu consegui ler, tentei começar outros dois dele e abandonei porque não tava progredindo em nada na leitura, achava tudo muito chato, acho que são os detalhes. Mas incrivelmente, Inferno eu consegui ler e gostei e me surpreendi demais com o final, sério, eu esperava uma solução e aquela explicação lá me pegou desprevenida.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. A dica esta anotada, tentarei ler os outros livros antes desse.
    Eu gosto muito de histórias detalhadas, adoro ficar imaginando os lugares ou procurando imagens quando o cenário é real mesmo. Realmente dá pra se sentir dentro da história.

    ResponderExcluir
  6. Maria clara1
    Diria que Dan Brown ´é ousado e gosto disso.
    Já li 3 livros dele, mas não li inferno ainda e pelo jeito, vou ter que ler.
    Adoro a forma como ele junta fatos históricos detalhados e mistura com uma ficção criativa e fantasiosa.
    Muita luz e paz! E um domingo esplendoroso!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir