A Guerra dos Fae: As Crianças Trocadas - Elle Casey

Informações Técnicas


Edição: 1
Editora: Geração Editorial
Ano: 2013
Páginas: 288
Tradutor: Claudia Dornelles




"As Crianças Trocadas" conta a história de Jayne Sparks, uma jovem bem rebelde que está cansada da vida "normal" que leva. Depois de um ápice de problema, seu amigo Tonny Green foge com ela, pega suas únicas economias e vão a Miami.Lá eles conhecem um pessoal que está passando por problemas semelhantes. Uma organização os convida em troca de dinheiro para participar de um experimento, e ao serem sequestrados e dopados, são jogados em uma floresta para a competição. Esta floresta é "encantada" e lá eles vão se deparar com figuras que eles nunca imaginariam cruzar, e em meio a tanta luta, Jayne consegue descobrir poderes que ela nunca soube, mas que agora é a sua arma para passar por toda a aventura na Floresta.




Nesse primeiro livro somos apresentados a trama e aos personagens. Quando eu vi toda a história bolada na sinopse, mesmo vendo muitos comentários positivos sobre a obra, fiquei com o pé atrás. Era MUITA fantasia. Mas calma aí! Ao começar a ler, você se depara com uma história bem construída e bem escrita, com personagens fortes e bem caracterizados. No começo no deparamos com problemas pessoais de Jayne e Tonny, e quando chegamos em Miami nos deparamos com vários adolescentes cheios de problemas. Problemas reais, de verdade. 

E ao entrar na Floresta, eles se deparam com problemas que eles só viam nas histórias contadas ao pé da cama, mas que naquele mundo, no mundo dos Fae, são problemas reais. E em meio ao experimento, eles descobrem muito mais sobre si mesmo e sobre os outros. Eles descobrem que nada é o que parece, e que eles se parecem muito mais do que pensam. Que o motivo por estarem ali é maior do que qualquer coisa.


Casey conseguiu fazer uma história de fantasia de uma forma simples de ler, mais ao mesmo jeito grandiosa. Ao começar a ler "As Crianças Trocadas" eu nunca pensei que leria compulsivamente até acabar. E foi isso que aconteceu. Cada personagem cativa você de uma forma, que você se vê apegado a TODOS. Alguns mais do que outros. Jayne é uma personagem que me cativou de um jeito que eu nem sei, ela tem aquele jeito sarcástico de falar, e está sempre com uma resposta na ponta da língua, então eu me apeguei a ela super fácil. Assim digo o mesmo a Tonny, mas que me cativou pelo seu jeito amigo e altruísta com todos. 

Os personagens que aparecem, não podem ser considerados secundários, porque tem tanta importância quanto Jayne. Apenas aparecem menos. Mas Tonny, Chase, Becky, Finn e Spike conseguiram um lugar especial na obra de um jeito que para mim eles são tão principais quanto Jayne. 

A diagramação da Geração está incrível! Cada capítulo tem uma moldura que leva o nome do capítulo e as letras estão em tamanho satisfatório em páginas amarelas que deixam sua leitura muito mais leve. A digitação está ótima, sem erros gramaticais. Essa é uma obra que eu gostei muito muito. 



You May Also Like

15 comentários

  1. Adorei a resenha! Acho a capa do livro muito linda, porém, eu tenho a mesma apreensão de ler, por conter muita fantasia. Mesmo você dizendo que a autora consegue lidar bem com isso, não acho que esse livro vai virar prioridade, ou algo assim, pra mim agora.

    Beijos,
    http://lendouniversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu também não ficaria interessada pelo fato de ser fantasia assim, mas lendo essa resenha descobre uma historia interessante, que vai bem além da fantasia.
    Achei legal, pois conta a historia de vários jovens, todos com um tipo de problema.
    O autor parece ter conseguido misturar muito bem a realidade e a fantasia, os problemas que esses jovens já tinham com os que vão surgir na floresta.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tamires
    Essa é a segunda resenha que leio desse livro e estou cada vez mais animada em lê-lo. Ainda tenho um pé atrás com ele, mas acho que ele é daqueles livros que te dão essa impressão até que você o leia, foi assim comigo com o livro Feita de fumaça e osso. Como amo livros de fantasia acabarei lendo esse livro de qualquer jeito, só não sei quando! kkkk

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu amei a capa, por ter esse efeito incrível! Além disso, eu adorei saber que a história é bem construída, pois eu odeio aquelas histórias que começam ótimas e, ao decorrer do livro, elas se tornam cansativas, principalmente por ser mal desenvolvidas!

    ResponderExcluir
  5. Sempre fico com um pé atrás quando tem esse tanto de fantasia, porque acho que a autora vai se perder em algum momento. Que bom saber que você achou esse bom, porque fico menos receosa para ler esse.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. OI! Já ouvi muitos elogios a respeito desse livro também, confesso que o gênero fantasia não é um dos meus preferidos, mas não resisto quando tem uma personagem sarcástica e destemida, sei que ela é independente e sabe se defender, é o que eu vejo em todas as resenhas e isso me anima, talvez seja hora começar a ler fantasia, quem sabe esse livro não me faz mudar de ideia a respeito do gênero?!
    Mas para não fiar na vontade vou comprar junto também as continuações que foram lançadas.

    ResponderExcluir
  7. Tamiris!
    Gosto demais dos livros de fantasia porque nos proporcionam uma leitura carregada de ação e com um mundo paralelo ao real aqui nesse exemplar.
    Desde o lançamento quero muito ler a série, ainda mais quando tem crianças espertas envolvidas, o livro é mais dinâmico.
    Muito interessada na leitura e gostei da análise que fez.
    Boa Semana!
    “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.” (Carlos Drummond de Andrade)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Vejo todos gostando desse livro, então pelo visto tenho que ler logo.
    Que bom que não houve um exagero na fantasia, e, olha, todo mundo tá gostando dessa língua afiada da Jayne, mas acho que eu não, pois não é o meu jeito. hahaha
    Ótima resenha! Abraço, Tam!

    ResponderExcluir
  9. Já tinha ouvido falar desse livro, mas não tive interesse no inicio, agora depois de ver vários comentários, acho que vou ler sim.

    ResponderExcluir
  10. Olá Tami
    A capa desse livro é muito lindo, eu gosto bastante desse tipo de livro, é um genero que me encanta!
    Quero muito ler esse livro, e se gostar vou adquirir o restante da série!!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  11. Que resenha mais linda! Eu já tinha vontade de ler esse livor faz tempo, mas suas palavras deixaram tudo parecendo ainda melhor Tami!
    Meu único medo é não gostar da Jayne porque quando todo mundo ama um personagem assim ele sempre me irrita #praga.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. A capa é mágica né??
    Lindaaaaaa!!
    Amooo livros que se passam na floresta e coisa e tal, rsrsrs
    Fantasia é tudo de bom!!
    E por se tratar de adolescentes com problemas, acho legal, porque sempre nos identificamos e aprender muito mais! Mais até do que vivendo a vida mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkk
    bjooos

    ResponderExcluir
  13. A principio eu pensava que era pura fantasia, mas depois das suas palavras me decidi a tentar ler o livro, já que é bem mais que isso. Ainda mais que pelo tanto que você gostou me incentivou muito mais.

    ResponderExcluir
  14. Eu acho que fantasia nunca é demais haha Sendo meu tipo preferido de leitura, me acertaria fácil com a história. Lembro que no final do ano passado (e também no início desse) onde a blogosfera inteira fez "os melhores lidos em 2014", A Guerra dos Fae entrou pros favoritos de muitos por aí. É é fácil, fácil de eu me apegar à uma personagem sarcástica e destemida, são os melhores :)

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda fico em cima do muro com esse livro,até agora não sei se quero ou não ler.Por um lado ele parece ter uma história bem desenvolvida e que te conquista mas por outro eu não sou tão fã de fantasia,gosto dela em medidas pequenas.Os personagens parecem ser bem bacanas mesmo,quando eu não estiver com nada muito importante e que eu precise desesperadamente ler eu dou uma chance a esse livro.

    ResponderExcluir