Duas Vezes Na Floresta Escura - Caio Riter

Informações técnicas

Ano: 2014 / Páginas: 164
Idioma: português
Editora: Gaivota





Esta é a história de Suzana. Sua mãe se mudou para o exterior afim de estudar Machado de Assis, e o pai é transferido para uma cidade de interior, e leva Suzana com ele. A cidade não tem telefone, internet, tv a cabo e nada das coisas que Suzana estava acostumada na cidade grande. Tudo que ela encontrou foram dois amigos e um garoto esquisito que tinha mania de ficar espionando a vida dos outros moradores. Uma tragédia abate a cidade, e os três amigos estão bem perto do crime. E a solução, é descobrir o culpado.



"Duas Vezes Na floresta escura" é um livro infantil/juvenil , que eu considerei mais infantil do que juvenil. Suzana é uma menina, que ainda está naquela fase de namorico, e acho isso fofo. Mas ao mesmo tempo sofre por ter a mãe longe, e o pai ter levado ela para aquela cidade. Ela sofre do medo do pai perder o amor pela mãe, da mãe se acostumar com a vida no exterior, da própria personagem parar de sentir falta de Clara, e vice-versa. Acho que 3/4 do livro fala sobre os sofrimentos de Suzana ao se mudar para aquela cidadezinha.

A parte que falta para falar, apenas o faz sobre o crime que aconteceu na cidade.  E daí se passa uma história rápida. Por ser uma história infantil é bem fácil de ler e bem previsível. Irei falar sobre os pontos positivos e negativos da obra, separadamente.

Falando de bem, achei a história muito legal, principalmente a abordagem que o Caio Riter usou para induzir a criança a querer conhecer Machado de Assis. Com a mudança da mãe para o exterior, Suzana precisou conhecer esse autor que fez a mãe largar tudo e ir estudá-lo. E a forma como Caio coloca isso durante a leitura instiga aos leitores a conhecer cada um dos títulos que ele coloca lá. Com uma linguagem de fácil acesso, Caio fez um livro para ler despretensiosamente, sem muito anseio. E isso é bom.

Teve um ponto na história que me deixou bastante triste que foi a interrupção de conteúdo. Simples. O Crime chegou, abalou a cidade, a vida da menina, foi solucionado, e PRONTO. Cadê tudo aquilo que era foco no início da história?! Cadê um pequeno pensamento de Suzana sobre o que ela decidiu fazer, como ficou a vida dela. Beleza, na maioria das histórias nós não sabemos o que acontece depois que acaba. Mas acontece que ficou muitas linhas soltas com relação aos problemas de Suzana quando acabou. Faltou amarrar, e fiquei muito triste com isso. 

Mas pra quem procura um livro pra passar a tarde, aqui está. Com uma diagramação impecável, e MUITO LINDA da editora Gaivota, "Duas Vezes Na Floresta Escura" é um livro lindo para começar a ensinar o seu filho para ter o gosto da leitura. Pelo menos o meu irá ler (quando eu tiver, claro!)

You May Also Like

13 comentários

  1. Um livro de suspense, com uma história incrível e cheia de mistérios. Essa foi minha primeira impressão ao ver o livro HAHAHAHAH O livro parece até ser bom, mas confesso que não o compraria, porque acredito que ele não iria me agradar. Além disso, não gostei de saber que o livro deixou pontas soltas após o fim!

    ResponderExcluir
  2. Eu vi uma resenha em outro blog desse livro e fiquei tão animada!! Ela não citava que ele é tão infantil.
    Isso de deixar muitas pontas soltas no final também não me agradou, pois como assim 3/4 do livro fala sobre os sentimentos de Suzana e depois foca só no crime? Gostei disso não.
    Mas quem sabe, né, quando eu quiser um livro só pra passar o tempo vou conferir esse.
    Ótima resenha! Bjs, Tam <3

    ResponderExcluir
  3. Oi! Apoio a leitura desde a infância, tenho um sobrinho que vai fazer dois anos e já estou pensando em alguns livros de histórias curtas para que ele possa entrar no mundo literário. Gostei de saber que o autor incetiva a leitura dos livros de Machado de Assis, é um importantíssimo escritor e as crianças tem que apreciar leituras como essas, ou pelo menos ser incentivadas a lerem e não serem afugentadas futuramente pelo título "leituras obrigatórias" que os professores tanto usam.
    O livro Duas Vezes na Floresta Escura parece ser muito interessante, mas o que não gostei foi que ficaram pontas soltas no final da história, isso sempre me deixa chateada e curiosa.

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Também achei uma ótima ooção de leitura para crianças, pois a historia não é pesada e fala de Machado de Assis.
    Tem o drama da personagem em relção à distancia da mãe, também o fato de ficar sem tecnologia e a morte...ahh e as questões de adoloscente.
    Parece ser uma boa historia para ler em um fim de tarde.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Tamiris!
    Não conhecia o livro e até gosto dos infanto juvenis pela aventura, mas aqui me pareceu de foi tudo tão rápido que nem dá para curtir a história direito.
    Talvez não o leria no momento, porque tenho tantos livros mais prioritários, mas como falou, para as crianças deve ser bom e quem sabe quando os netos chegarem possa add esse a leitura deles?
    Um domingo carregadinho de luz e paz!
    “Não acredite mais em pessoas especiais, mas em momentos especiais com pessoas habituais.” (Chafic Jbeili)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oii
    A premissa do livro realmente parece muito boa, mas não sei se o lerei, pelo menos não por enquanto. Mesmo gostando muito de infantojuvenis, tenho tanto livro pra ler, que tenho que abrir mão de alguns. E o que você disse sobre as pontas soltas me incomodou também. Falar sobre Machado de Assis com certeza foi um ponto positivo, e acho essa capa muito linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Bom, nunca ouvi falar dessa editora, mas gostei da história. Parece que ultimamente a publicação de livros infanto-juvenis tem sido bem poucas, por isso vou ler esse livro sim.

    ResponderExcluir
  8. Olá, o livro parece mesmo bem infantil, acho que para mim não é uma leitura interessante, estou incentivando meu sobrinho bastante, ele está aprendendo a ler, mas na escola ele não tem um ensino mais dinâmico, acabei comprando livros infantis com jogos para ficar mais fácil para ele, e quando ele estiver com mais pratica quero incentivar livros como esse.
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  9. Não sei, a premissa do livro é boa, mas ele em si não me chamou muita atenção. A capa é linda mesmo, só que esse eu vou passar. Pode ser que depois eu me interesse para ler, mas ainda não vai ser por enquanto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. A história do livro já não me parece muito legal, ai você vem me dizer que fica muitas linhas soltas e me desanima ainda mais. Detesto histórias que nos deixa confusa, imaginando algo que nunca é explicado. Por isso, esse eu passo.

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Pra que lugar ela foi sem tv,internet e celular.Se fosse meu livro só iria se falar do meu sofrimento mesmo kkk.Achei o livro bem bobinho,voltado pras crianças mesmo mas que pode interessar aos adultos sem problemas.Não é algo que eu leria mas se estivesse num lugar sem opções não veria problema algum.

    ResponderExcluir
  12. Parece ser um livro bem siimples, assim, que os problemas são supersolucionados!! kkkk
    Mas só por ter Machado já me encantou *------*
    Já add na minha big wishlist aqui!!!!
    Porém, eu amooooo histórias infantis, mesmo essas mais simples, é gostoso sim de ler, nãoa é tãoooooo reflexiva, mas é boa tbm!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  13. Que pena, achei que o livro fosse mais pro juvenil. Vou te confessar que quando pega assim mais pro lado infantil eu não me interesso taaaanto assim. Eu até esperava outra coisa desse livro. Desanimei bem agora.

    ResponderExcluir