Almanova - Jodi Meadows

Informações Técnicas


Edição: 1
Editora: Valentina
Ano: 2013
Páginas: 288
Comprar: FNAC, Submarino




"Almanova" é o livro 01 da trilogia Incarnate, da Jodi Meadows pela Editora Valentina. Nela conta a história de Ana, uma Almanova. No mundo que ela vive, Range, todos vêm reencarnando por milhões de anos, em um ciclo infinito, apenas reciclando o corpo. Mas Ana nasceu, sem nenhuma vida passada e a jovem que deveria ter reencarnado desapareceu, simplesmente não voltou ao mundo. A mãe de Ana, assim como uma parcela da população acredita que Ana é uma Sem-alma, pois é um aviso do mundo para o pior que está por vir, ou seja, um mau presságio. Assim, sua mãe a isola de todo o país, porém Ana precisa saber sobre o motivo de ter nascido, e para isso sai em busca de respostas em Heart, o coração do mundo.

No caminho conhece Sam, um rapaz que a ajuda quando ela mais precisa, e no meio da jornada um sentimento aflora no coração dos dois. Ele acredita que Ana é uma boa alma, e que será valiosa. Porém é muito difícil se relacionar com alguém que já viveu muito mais que ela, e alguns cidadãos não aceitam o relacionamento, tornando difícil a relação dos dois.



Começarei essa resenha dizendo que tinha certo receio com esse livro. Essa coisa de reencarnação nunca foi o meu forte, então quando vi como tema a vida de uma pessoa que nasceu ao invés de outra alma reencarnar, fiquei com o pé atrás. Mas como estava saindo a continuação da obra, eu me "obriguei" a ler. E ainda bem que eu o fiz.


 A ideia de descobrir o que eu sou (...) é apavorante, porque pode ser que eu não goste do que vou encontrar. Mas é emocionante também.- Você sempre terá a opção de decidir por si mesma quem você é e o que se tornará. (...) Quem você é não está estabelecido aos olhos de todos. Ninguém sabe o que esperar de você. Alguns diriam que a sociedade caiu na rotina. Que está estagnada. Graças ao fato de ser nova, você tem a capacidade de nos tirar disso.


Jodi Meadows conseguiu criar uma obra fantástica, com uma escrita muito fluida e um romance lindo. Esse não é um livro de romance, mas o romance está presente. Essa é uma história de conhecimento e aceitação, seja de Ana consigo mesma ou seja da população com Ana. Ele é diferente justamente por se tratar de uma obra de reencarnação, mas sendo fora do contexto. Porque não imaginamos que esse tipo de reencarnação aconteça no nosso mundo, mesmo as pessoas que acreditam nesse ato. 


Não é questão de homenagear a antiga carne, mas de reconhecer as vidas e as realizações passadas. É um modo de lembrar. Depois de viver por tanto tempo, é fácil esquecer o que aconteceu e quando.

Em Almanova a alma que reencarna lembra exatamente de todas as suas vidas passadas, ou seja, É MUITA MEMÓRIA. E chega Ana, nova, sem experiência com todos os problemas que algo novo gera. E a população estranha porque isso nunca aconteceu, e gera um problema bem maior. A própria mãe de Ana a rejeita, fazendo com que a jovem também se rejeite e não se ache merecedora de ocupar aquele corpo. 


"Depois disso, vamos para casa, arrumar as coisas e relaxar." - "Eu nunca tive uma casa antes. (...) Quer dizer, ficando com a Li, nunca me senti parte daquilo. É isso." - Sam tocou meu pulso, me fazendo estremecer. - " Você sempre terá uma casa comigo."


Os personagens são fortes, e alguns cativantes. Gosto da Ana, por ser forte e aguentar todos os problemas que foram atribuídos a ela ao nascer, e por conseguir (mesmo com alguns deslizes naturais) passar por eles com graça e leveza. Gosto muito de Sam, mesmo ele sendo muito controverso as vezes. Gosto de como ele cuida da Ana e como se comportou no livro. Gosto dos personagens que gostam da Ana, e não gosto dos que tem problemas com ela. Meio que tomei parte para defender a honra da garota.


Algumas pessoas acreditam que as almas foram feitas aos pares. Pode levar tempo para que percebam ou cresçam em seus papéis de amantes, mas, um dia, os pares se encontram. E dedicam as almas um ao outro por todas as vidas. 

O Romance não é presente o livro inteiro, e não é colocado em primeiro plano. Ele acontece naturalmente e de forma graduada, pra não assustar os personagens ou o leitor. Muitas dúvidas são presentes na cabeça dos dois (Ana e Sam, obvio), devido a diferença de idade, de experiência e os problemas com o preconceito. Acredito que tudo foi colocado na dosagem certa para que torcêssemos para os dois ficarem juntos.



A diagramação da Editora Valentina está impecável, minha edição é holográfica e posso dizer que ficou linda. Com abas grandes, e muito coloridas, letras grandes e espaçamento agradável com folhas amareladas, a Valentina fez um trabalho lindo. E aproveitando esta resenha, vou mostrar as capas dos próximos lançamentos dessa série.

 

You May Also Like

8 comentários

  1. Também tinha um pé atrás com esse livro por ele tratar do tema reencarnação, mas tô vendo tanto elogio que agora eu quero muito ler.
    Não imaginava que Almanova poderia trazer uma reflexão sobre aceitação.
    Ainda bem que o romance não é o foco da história, senão nem iria ler. kkkk
    Amei a resenha! E essas capas são lindas e caprichadas demais! *_* Bjs, Tam <3

    ResponderExcluir
  2. Ainda não tinha visto nenhuma resenha sobre esse livro, então não sabia praticamente nada sobre ele. Dificilmente o pegaria para ler sem ter nenhuma referência, porque esse não é um tema que esteja no meu foco. Só que depois de ler o que você achou e saber que o romance é desenvolvido aos poucos, estou curiosa para saber o desenrolar da vida da Ana. As capas estão lindas e agora já estou desejando o meu.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Tam!
    Como gosto demais da doutrina espírita, gostaria de ler Almanova para ver como foi abordado o tema da reencarnação, ou se foi apenas utilizada para que a trama tivesse uma forma de juntar os protagonistas com romance.
    Estou com o livro aqui e creio que lerei em breve.
    Bom descanso no feriado e um ótimo final de semana!
    Nem sempre terás o que desejas, mas enquanto estiveres ajudando aos outros encontrarás os recursos de que precisas.(Chico Xavier)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro, e simplesmente amei!!!
    Eu não acredito em reencanacão, embora não tenha nada contra!
    até porque, gosto de algumas coisas relacionadas, sabe... que pessoa que amamos voltam pra cuidar da gente e tal...
    Mas achei muitoooo legal e interessantíssimo essa ideia, original, diferente, já to curiosa para saber aonde isso vai dar!!!
    Ganhei um marcado do livro e é lindo, uma capa foférrima!!
    já quero!!!
    bjooos

    ResponderExcluir
  5. Uma coisa é certa.. as capas dessa série está incrível.. realmente muito bonitas..
    eu já tinha visto a capa, mas ainda não tinha parado para ver sinopse e resenha.. gostei
    bastante do que li... ainda não li nenhum livro que de alguma forma tenha como tema a reencarnação e eu
    achei bem diferente e meio que estou curiosa..
    Eu gosto bastante de romance então saber que tem um pouco.. me anima bastante.

    ResponderExcluir
  6. Eu disse que vinha e vim!
    Adorei a sua resenha Tamiris, ela expressou bem meus sentimentos quando terminei de ler o livro e caramba eu adorei ele, mas diferente de você eu me apaixonei pela capa e o comprei para ler sem nem mesmo dar uma olhada na sinopse, já fizeram dois anos que li o livro e me recordo da sensação da leitura como se fosse hoje, acabei rápido demais e quando descobrir que a continuação não sairia tão cedo, fiquei beeem chateado, mas enfim vou conseguir saber o que aconteceu com Ana e como a cidade vai reagir com os novos acontecimentos provocados pelo final de Almanova.

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
  7. Achei a capa do primeiro livro bonita, mas as dos outros dois nao sao nada bonitas O.o ficaram estranhas, na minha opiniao kkkk e essa premissa de reencarnaçao nao é meu estilo! ja li varias resenhas sobre o livro e nenhuma me convenceu kkkk

    ResponderExcluir
  8. Bom, a capa me lembrou o filme Cisne Negro, mas infelizmente não é minha linha de leitura, mesmo a resenha estando perfeita, não gostei muito.

    ResponderExcluir