Pausa Para Um Filme: Divertida mente

Finalmente eu tirei um tempinho e fui ao cinema conhecer o filme Divertida Mente com o love, porque eu PRECISAVA conhecer mais sobre esse filme. E vou falar aqui pra vocês sobre o que eu achei.


Divertidamente conta a história de Riley. uma menina de 11 anos, ou seja, no começo da mudança ocasionada com o inicio do amadurecimento humano, também chamada de adolescência, ou seja, a mudança de sentimentos que acontecem durante esse período.


E existe também a Alegria, a Tristeza, a Raiva, O Medo e o Nojinho. Acredito que olhando para as imagens acima já dá pra diferenciar cada um destes. No início da vida de Riley (literalmente os primeiros milésimos de segundo) apenas a alegria tomou de conta da criança, e assim ela se sentiu na obrigação de sempre deixar a garota feliz, mantendo até os 11 anos a garota dessa maneira.


Até que a tristeza começa a se expressar, afinal, ela também tem um propósito da vida de Riley. Porém a alegria não quer deixar que isso seja continuo na vida da garota, afinal ela merece ser feliz. Após vários desentendimentos, alegria e tristeza se perdem na memória de longo prazo da Riley, e durante a volta elas acabam entendendo muitas coisas, sobre Riley e sobre elas mesmas. Uma história de amor e uma maneira super legal de aprender um pouco mais sobre o cérebro.


Fazia muito tempo que eu havia assistido um filme da Pixar que realmente havia conquistado o meu coração. O ultimo (na MINHA opinião) que realmente ainda me agradou um pouco foi Up! em 2009, porém depois dele nenhum mais. O próprio Up! não virou favorito na minha vida. Estava entrando em depressão, pois pensava que o problema era eu e que eu não conseguia mais gostar de animações, que até hoje é a minha forma favorita de assistir filmes. Animações infantis é vida! 

Mas aí eu assisti o trailer de Divertida Mente, e fiquei mais ou menos assim:


Divertida Mente não é só uma historinha de uma garota que cresce. Não é só a história de cinco sentimentos completamente diferentes. É a história de uma ciência, é a história de como o nosso cérebro funciona, do momento chave do amadurecimento. Isso de uma forma tocante, linda, engraçada, e super infantil.

Até os onze (para algumas pessoas, isso se estende até o fim da vida, tendo em mente que tem gente que MORRE SEM AMADURECER KKK) é normal viver em uma eterna alegria, com alguns momentos raros de birra, tristeza, raiva e tudo mais. Exceto eu, de acordo com o Segundo, eu só tenho três personagens na minha cabeça: A tristeza, A Nojinho e o Raiva. Mas eu sei que tenho os outros dois também, bem presentes por sinal.

A história foi feita para todas as faixas etárias, juro. A pixar veio com um filme genial e cheio de sentimentos, e isso com uma qualidade enorme e um trabalho gráfico magnífico. Adorei cada um dos cenários, das situações e dos ensinamentos ali colocados. 

Os personagens?! Nossa, não gostei de nenhum. Na verdade, eu os amei. TODOS. Riley é uma menina adorável, forte, decidida, incrível. Ela passa por um momento ruim?! não, ela passa por um momento normal, que todos passamos. E quem não passou, vai passar. Os pais da Riley são ÓTIMOS, super atenciosos, criativos, carinhosos, uns amores com a filha. Adorei a participação deles na obra, deixou ela grandiosa.

Os sentimentos são incríveis também, porque mesmo cada um sendo TOTALMENTE diferente, eles tem uma peculiaridade cada, além de um jeito super fofo/engraçado que conquista. Eles aprendem muito no andamento do filme, e tudo pelo bem da Riley. Mas devo abrir um parentese GIGANTE AQUI para uma personagem em especial:


EU PRECISO FALAR DESSA PERSONAGEM !

Não por ela ser ESSENCIAL na obra, mas POR ELA SER LINDA, PREGUIÇOSA, TRISTE O TEMPO INTEIRO QUE DÁ VONTADE DE APERTAR E CRIAR ELA SEMPRE CHORAMINGANDO NO MEU LADO. Ela é linda, e mesmo sendo triste o tempo inteiro, ela quer o bem da Riley, e sabe que as vezes só a tristeza vai ajudar a garota. E ACHO ISSO LINDO.

Pronto, falei tudo que estava guardado na garganta. Então assim, eu preciso dizer que esse filme é lindo, o Pixar se superou novamente, e acredito que Divertida Mente é incrível e todo mundo precisa assistir.

Agora vamos terminar esse post com a Tristeza e a sua melhor frase no filme:

Tristeza: "Espera, Alegria. Você pode se perder!"
Alegria: "Pense Positivo!"
Tristeza: "Tudo bem. Positivamente penso que vai se perder."

You May Also Like

4 comentários

  1. Será que o Segundo tá certo, Tam? kkkkkkkkk
    Eu não poderia perder esse filme, parece estar mesmo lindo, tocante e engraçado, e eu amei ele tratar do amadurecimento!
    Bjão <333

    ResponderExcluir
  2. Ai Tamiris!
    Adoro os desenhos contemporâneos porque além de uma ilustração bem mais avançada, tem trazido muitas mensagens importantes para os pequenos e que podem ser aproveitadas pelos adultos, além de nos fazer rir, né?
    Amei sua análise.
    “Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Aiiiiiii to louquérrima por esse filme!!!
    Preciso assistir logo! Mas tenho preguiça de assistir =( só tenho animo pra comer e ler mesmo kkkkkkkk
    adorei a ideia dele, e por ser animação é mais fofo e lindo ainda! Animações é tudo de perfeito! rs
    Tenho que me programar e assistir uns 3 de uma x, e ele estará lá, porque esses coisinhas são muitoo fofos!!
    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Este filme parece ser bem divertido kkkkk
    Como aqui na minha cidade não tem cinema, fica muito complicado pra me ir em outra cidade mais perto assistir.
    Ai acabou que eu nem vi ainda, mas eu quero muitoooo ver.
    Acho que a única solução vai ser aguardar o CD.
    Beijos!

    ResponderExcluir