Joyland - Stephen King

Informações Técnicas

Edição:1
Editora: Suma de Letras
Ano: 2015
Páginas:238
Comprar



    



Olá pessoal, 
Hoje vamos falar um pouco deste novo lançamento do mestre do terror e do suspense, Stephen King, lançado recentemente pela Suma de Letras aqui no Brasil, mas que foi publicado originalmente em 2013.

Com um enredo bem mais divertido e dramático que assustador, o novo sucesso do autor conta a história de Devin Jones, um universitário como qualquer outro do ano de 1973, que busca por um emprego de verão para ajudar a pagar pela universidade. 
Após ter o coração partido por sua namorada, que o largou sem sequer dizer adeus, Devin consegue um emprego temporário em um parque no interior da Carolina do Norte, e, durante longas jornadas de trabalho ele busca esquecer o amor perdido.


No entanto, o livro não seria do King se tudo fosse tão normal. O novo emprego de Devin é no parque Joyland, um parque que busca retomar a normalidade após um brutal assassinato que aconteceu dentro do trem fantasma. Uma jovem, Linda Gray, foi morta por um rapaz que aparecia com ela em diversas fotos antes do crime, mas que ninguém sabia quem era. Os funcionários mais antigos do parque dizem que o fantasma da jovem ainda assusta as dependências da casa do terror.

Fascinados pela história, Devin, Erin e Tom, seus amigos e colegas de trabalho, decidem investigar se a lenda é real e partem para um passeio no trem fantasma. Após Tom confirmar que realmente viu a jovem, Devin decide largar a faculdade e passar uma temporada inteira em Joyland para investigar o caso, juntamente com duas crianças peculiares que aparecem na vida dele após ele consultar a vidente do parque.


O livro é bastante inteligente, a história é envolvente e com muitas reviravoltas, mas, não conseguiu me prender e me surpreender como os outros livros do autor. Talvez por esperar uma trama mais assustadora, acabei me frustrando um pouco com o livro, que teria um potencial bem maior de ser uma grande história. Além do tema um pouco batido, a escrita do autor não surpreende tanto como em seus livros anteriores.

Você pensa 'tudo bem, entendi, estou preparado para o pior', mas guarda aquela pequena esperança, sabe, e é isso que fode tudo. É isso que mata você.
Apesar disso, o livro é escrito de uma maneira que facilita bastante a leitura, dividido por tópicos e não por capítulos, a leitura se torna bem mais rápida e menos cansativa, outra coisa que é muito favorecida pela fonte do livro e pela cor das páginas, que deixam a leitura muito fluida.

Mesmo tendo gostado muito da história e tendo me apegado ao sofrimento do personagem, confesso que me decepcionei um pouco com o livro, principalmente porque depositei muitas expectativas nele. No entanto, indico ele para todos os fãs do mestre, lembrando que deve ser lido como uma obra diferente das outras do autor, que vai surpreender com algumas cenas bastantes cômicas e outras mais dramáticas.

You May Also Like

5 comentários

  1. To começando a ler Stephen King agora, e não sabia que ele escrevia coisas desse tipo, pensei que fosse totalmente dark hahaha
    Mas quero ler esse também, pra conhecer melhor o autor!

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li nada do Stephen mas pretendo. Já tinha lido uma resenha deste livro e ela descreveu a mesma opinião sua, este não é um dos melhores livros dele, principalmente para quem está acostumado com a escrita dele. Eu gostei do enredo, me pareceu um terror mais leve por envolver um pouco de comédia, então é bom para mim, que gosto de terror, mas um terror médio, digamos assim. =D Gostei da dica e da resenha, e fiquei curiosa para saber quem era o cara da fotos, o que cometeu o assassinato. Quero conferir a obra, depois conto o que achei.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. ah, é um problema né quando a gente vai com muitas expectativas para o livro e acaba vendo que o livro é só Ok. parece que fica pior... já passei várias vezes por isso
    quero muito ler o Joyland, pq enfim é King... mas depois dos seus comentários eu vou sem muita expectativas

    ResponderExcluir
  4. Bom, eu ainda não li nem um livro do Stephen King, mas depois de ler tantos comentários positivos sobre os livros dele, tenho diversos em minha lista de leituras, inclusive Joyland.
    Sua resenha está muito boa, que pena que você se decepcionou um pouco com livro, é realmente bem ruim quando depositamos expectativas em um livro e acabamos nos frustrando.

    ResponderExcluir
  5. Olá!! Nossa sou super fã Stephen King, e estou super acostumada com seus livros e quado vejo alguém dizer que não era o que imaginava e que é diferente do que ele costuma escrever minha curiosidade e vontade de ler só aumenta, preciso rsrs
    Bjocas

    ResponderExcluir