Black Para Sempre - Sandi Lynn

Informações Técnicas


Edição: 1
Editora: Valentina
Ano: 2015
Páginas: 256
Comprar 





"Black para sempre" é o primeiro volume da trilogia Forever, escrito pela Sandi Lynn e publicado pela Editora Valentina aqui no Brasil.  Nele conta a história Ellery e Connor Black. Ela acabou de ser deixada pelo namorado (com quem vivia a quatro anos), e está apenas buscando a felicidade em sua pintura e nos momentos bons que a vida proporciona. Ele é um CEO multi milionário que é bastante controlador e tudo mais. Em uma ida a boate, Ellery se sente intrigada olhando para Connor e depois de um tempo o encontra jogado na rua de tão bêbado que estava. Ela com seu bom coração, o leva para casa dele e cuida para que ele fique bem. Pela manhã, Connor se irrita porque ela dormiu na casa dele, porém Elle dá um sermão nele que faz com que a química aconteça instantaneamente. 

O romance vai acontecendo aos poucos, mas existem segredos na vida dos dois que pode destruir tudo que eles construíram. E eles precisam lembrar porque eles se uniram afim de lutar por tudo que vai acontecer. 



Vi muitas críticas positivas e negativas sobre essa obra, então resolvi solicitar para tirar as minhas conclusões. Ao começar a leitura me deparei um pouco com a essência da história de 50 tons, porém isso só permaneceu nas características de Connor Black (coincidência?). A história em si seguiu outro caminho completamente inesperado e posso dizer, interessante. Alguns diziam que o livro era erótico, porém encontrei um romance dramático bem escrito e fluido.

Nunca pude entender qual era o meu propósito no mundo. Não conheci nada além de dor e perda a minha vida inteira. Mas agora sei por que Deus me salvou da primeira vez. Foi para que eu pudesse te encontrar. Então ele me salvou uma segunda vez para que eu pudesse te amar para sempre.

A escrita é toda em terceira pessoa, se focando nos sentimentos de Ellery. Esta é uma personagem muito cativante: Vive a vida intensamente, aproveitando cada momento que ela lhe dá. Gosta de coisas simples, porém é muito decidida e tem um pouco de birra em suas atitudes. Uma coisa que me incomodou foi justamente isso, ela é bastante birrenta e insistente. Mas fora isso, é uma personagem bem legal.

Connor por outro lado é a mesma coisa de Christian Grey, porém sem a coisa do sado masoquismo. Ele é bastante controlador (bastante mesmo), e podre de rico e lindo. É exatamente o tipo de homem por quem Elle iria se apaixonar na obra.


A narrativa é muito fluida, e o romance é lindo. Cheio de altos e baixos, ele começa despretensiosamente e vai ganhando o coração do leitor aos poucos. Sofri muito na leitura quando algo não dava certo, e sempre torcia para o melhor.

O infinito é para sempre, Sr. Black, e é isso que o senhor é para mim: o meu infinito.

O livro terminou com aquele gostinho de quero mais, e espero que o segundo seja tão bom quanto o primeiro. Fiquei bastante feliz com a obra. A edição da Valentina ficou muito linda, e não encontrei erros de coerência, me levando a acreditar que teve uma tradução bem feita. A capa é bem romântica e passa um pouco da história que eu encontrei. Indico a leitura a todos.


You May Also Like

5 comentários

  1. Tamiris!
    Amo os romances com pegada erótica.
    Protagonista bonitão, rido e controlador? Talvez por isso Ellery tenha se apaixonado por Connor...kkk Ele deve ser maravilhoso!
    Gostaria de ler.
    “Para quê preocuparmo-nos com a morte? A vida tem tantos problemas que temos de resolver primeiro.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Apesar de você ter gostado e recomendar eu não gostei mesmo do livro, já tinha visto outras resenhas e essa impressão não mudou agora, o livro não faz meu estilo, da mesma forma que 50 tons, não me agradou por conta do Grey esse não me agradou por conta do Connor Black.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  3. Conheci este livro pela sua divulgação, não me interessei por ele, pois nas resenhas que li diziam que o livro era erótico, seguindo a linha das obras que vem sendo lançadas atualmente, e não é um gênero que gosto, porém você mostrou o livro de uma forma diferente, classificando ele como um romance dramático, me senti mais interessada em conferir. Vi que Ellery tem muita paciência e amor por Connor, e pelo jeito ele deve ter algum fantasma do passado que o persegue, algo que não o deixa ter uma vida plena e feliz. Gostei da resenha, me apresentou um outro lado do livro, não focando no erotismo e sim na história dos protagonista, parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. er.... fica complicado não se apaixonar por esse tipo de homem, bom eu estou no mesmo grupo que vc estava antes de ler: ou são milhões de elogios ou o livro não presta, mas sua resenha já tirou a primeira impressão q eu tinha dele, isso já é bom. então acho q vou criar coragem p ler e saber em qual grupo vou está...

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Faz um tempo que estou de olho nesse livro achei o começo meio doido mas adorei o enrendo e como a autora vai levando a historia e os personagens em especial a Ellery que concordo me cativou também !!

    ResponderExcluir