Escola dos vilões - Jen Calonita

Informações Técnicas


Edição: 1
Editora: Única
Ano: 2015
Páginas: 192
Comprar 






Escola de Vilões conta a história de Gilly. Ela é uma ladra, mas não uma ladra qualquer: ela rouba para encontrar uma forma de sustentar os seus irmãos. Seu pai já foi um grande sapateiro - afinal ele criou o sapatinho de cristal - mas devido as injustiças no mundo mágico, perdeu o direito de fabricá-los. E é isso que Gilly tem mais raiva: a diferença social e econômica no reino, e a forma como os ricos não dão valor ao que tem. 

Após inúmeros roubos, Gilly é pega e mandada para a Escola de Vilões, que nada mais é do que um reformatório mágico para pequenos infratores. Lá eles receberão novas instruções e aprenderão a viver em sociedade sem precisar fazer o mal. Eles tem que aprender que ser "bonzinho" é a melhor opção. E quem mais poderia ensinar isso a eles do que "A Rainha Má" ou o "Lobo Mal"? 

Só que Gilly descobre que por trás de toda a boa ação que tem sido feito na escola, o mal ainda ataca a muitos e há uma guerra se formando. Então Gilly, junto aos seus amigos Jax e Kayla devem escolher entre o lado bom ou ruim. 



Estava bem curiosa sobre essa obra que tem uma capa LINDA ! Escola de Vilões é a introdução de uma história (ou pelo menos foi isso que aparentou) da batalha que irá ser travada no mundo mágico. O mau está presente em todo lugar, até onde é destinado a transformar o meu em bem. E Gilly é muito esperta para notar o que está acontecendo e ir atrás de desvendar os problemas.

...Eu só pego de gente que pode perder coisas. Os nobres decididamente podem perder algumas bugigangas. Os nobres são parte do motivo para que a gente viva nesse casebre lotado, então, não me sinto mal em tirar deles.

Gilly é a personagem principal e o ponto de vista é narrado através da visão dela. E aí veio o defeito: O livro é rápido, MUITO rápido. Não dá tempo de você conhecer os personagens, muito menos de se apegar a eles. A história é narrada numa rapidez que os três meses que Gilly deveria passar lá vira praticamente uma semana, levando em consideração ao andamento da obra. E os personagens secundários aparecem muito pouco, deixando a obra mais apagada. 


A Edição da Única ficou BELÍSSIMA, com a capa original e essa fonte DEUSA. Não tenho o que dizer sobre a edição, tradução e parte gramatical, estava muito lindo. O livro deve ter uma continuação, pois ela deixou bastante aberto o final e isso é bom, talvez ela melhore esse pequeno deslize que deu nesse livro e transforme em uma obra cinco estrelas. Até agora é um livro bom para ler entre obras mais complexas.

You May Also Like

6 comentários

  1. Este livro me ganhou por esta capa, que capa maravilhosa. Sua resenha é a primeira que leio e amei a história também. Embora você tenha citado que ele é um livro simples e rápido fiquei com muita vontade de conferir esta história. O sapateiro do sapatinho de cristal da Cinderela... hahah.. amei... Me lembrou um pouco a série Once Upon a Time e Descendentes da Disney... Gostei muito da resenha...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Tamiris!
    Já estava pensando que os vilões teriam sua vez...kkkkkkk
    Bem, de qualquer forma reabilitar os criminosos é uma forma interessante, principalmente se vai haver uma batalha entre o bem e o mal e todos terão de tomar uma posição.
    Rapidez? Puxa! Nem dá para se apegar as personagens, né?
    Ainda assim gostaria de ler.
    “A gente todos os dias arruma os cabelos: por que não o coração?”(Provérbio Chinês)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Oi Tam, estou com esse livro em casa e comecei a ler há algum tempo, mas acabei deixando de lado pq não consegui me conectar com a narrativa e acho que é justamente pelo que você ressaltou na resenha, de tudo acontecer muito rápido. Porém preciso ler pq é de parceria, então está entre as próximas leitoras, ao menos é bom saber que tirando a rapidez ele não é tão ruim :)

    ResponderExcluir
  4. eu me apaixonei pela capa desse livro ;)
    acabei não lendo pq achei que era um livro mais p infantil... e pelo jeito eu estava enganada. talvez eu nem ache tão ruim o fato de ser um obra rápida (depende de quão rápido as coisas acontece) é bom p ler entre livros mais pesados... mas o que está me irritando é a moda: continua no próximo livro

    p.s. lá no meio da resenha vc escreveu : "a transformar o meu em bem" não seria mau?

    ResponderExcluir
  5. Olá!!l
    A cada vez que vejo essa capa linda por aí, meu coração de leitora e de apaixonada por capas bonitas pede pra compra-lo, mais ainda não pude. Lendo sua resenha a minha ansiedade por esse livro aumentou consideravelmente quero muito ler, por que pra alem de uma capa linda percebo que a historia é muito boa, me agradou muito.
    Bjocas!!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Faz um tempo que estou de olho nesse livro a primeira coisa que me chamou atenção foi a capa que está linda e lendo a sinopse gostei bastante, adoro essas novas releituras dos contos de fadas tem sempre um elemento novo um personagens que é melhor trabalhado mostrado um outra lado da historia e com certeza vou querer ler !!

    ResponderExcluir