A Ilha dos Mortos - Rodrigo de Oliveira

Informações Técnicas

Edição: 1
Editora: Faro Editorial
Ano: 2016
Páginas: 336
Compra





Então, antes de mais nada gostaria de começar essa resenha avisando que este é o quarto volume da série As Crônicas dos Mortos, que é composta pelos livros:

O Vale dos Mortos - Resenha AQUI
A Batalha dos Mortos - Resenha AQUI
Conto: Elevador 16 - Resenha AQUI
A Senhora dos Mortos - Resenha AQUI

Então vou tentar ao máximo não dar spoiler, porém vai ser impossível devido a cronologia dos fatos que existem. Neste livro já se passaram 30 anos desde que eles finalmente conseguiram se livrar da "Senhora dos Mortos" e estão vivendo em paz. Muitos antigos guerreiros se foram, e muitos nasceram e cresceram naquela ilha, construindo uma comunidade de sobreviventes.

Porém depois de um tempo eles descobrem que os mortos vivos também"evoluem" e que agora estão mais ágeis, rápidos e fortes. E que essa não é a única ameaça, afinal, em uma comunidade tão grande, alguém teria nascido com o mal no coração e vai tomar decisões não tão boas. E os guerreiros terão de mostrar suas forças novamente, com uma história de arrancar lágrimas (MUITAS), risos, frios na barriga e muitas surpresas.

Eu preciso dizer que entrei em uma ressaca milenar após o término desse livro. Sério, no mês de abril li essa obra no comecinho, e depois só consegui ler faltando dois dias para acabar o mês. Rodrigo de Oliveira se mostrou extremamente capaz em trazer uma fantasia completamente diferente para nós, leitores. Não, esse não é apenas um livro apocalíptico. É uma história cheia de surpresas, mística e misteriosa.

O impacto da massa de zumbis contra a Muralha foi ensurdecedor. As fileiras de homens foram se espremendo umas contra as outras à medida que milhares de seres se acotovelavam contra os escudos.

Em termos de história, estamos muito tempo a frente de quando a história começou, e tivemos que ser introduzidos a personagens muito novos, e se despedir de personagens que foram a minha alma. Sério, como eu chorei ao saber da ida de alguns. Tive até que criar forças do fundo do meu espírito para receber os personagens novos, pois era muito apegada aos personagens da primeira obra. Mas Rodrigo mais uma vez trouxe personagens cativantes, preparados e encantadores. Foi impossível não gostar deles.


O livro ainda fala sobre zumbis, afinal, esta é a essência da história: como aqueles personagens sobrevivem a essa dramática situação. Porém Rodrigo inovou ao trazer problemas piores: humanos. O autor trabalhou situações de ódio, ganância, inveja, corrupção e tantas outras comuns a nossa sociedade. Acredito que uma das funções dessa situação era mostrar que os humanos (que são seres racionais) podem ser muito mais perigosos que os mortos-vivos. Teve política, má política, sentimentos e tantas coisas envolvidas que nos fez sentir pena dos vivos. 

"— Mãos na cabeça, seu moleque filho duma égua!(...)— Conspiração o cacete! Você é uma cobra venenosa, e eu devia era te esfolar vivo!"

Uma coisa que me fez amar a história foi a introdução de personagens nordestinos na obra. Amante da minha região como sou, ver um homem "cabra macho sim sinhô", com uma peixeira enganchada no cós da calça, todo marrento, me fez dar pulos de alegria. Essa valorização da cultura brasileira é linda, e me faz amar esse nacional mais do que tudo.


A edição gráfica da obra está linda. Essa capa mais uma vez saiu horripilante, porém ao mesmo tempo com um trabalho magnífico da Editora Faro. Eu AMO as capas dessa série, porque são pensadas e feitas pensadas unicamente para cada história, e dão um trabalho danado para fazer. Estou muito feliz com a nova etapa da história do Rodrigo, e acredito que ele vai conseguir dar um final incrível para a história. Além de essa ser uma obra prima para o autor, que se mostra um incrível escritor através dessa obra.

Os dois se abraçaram uma vez mais, demoradamente. Em seguida, se separaram, cada qual seguindo seu caminho definitivo, sabendo que havia chegado o derradeiro momento de dizer adeus.
Eu indico essa série demais, acho que vocês sabem disso. Eu tenho um amor incalculável por essa série, e quero que o mundo a conheça. 

You May Also Like

3 comentários

  1. Olha! Não conhecia esse livro, vou add a minha lista :)

    ResponderExcluir
  2. Nem sei quem foi o chato que te indicou essa série... hahahha

    Não acredito que a história está chegando ao fim! A Ilha dos Mortos é realmente incrível, um trabalho magnífico do autor.
    A despedida de alguns personagens é realmente angustiante, nem tanto pela forma que se foram, mas pela história que eles viveram até aquele momento.

    Só espero que não adiem o lançamento d'A Era dos Mortos como aconteceu com esse!

    ResponderExcluir
  3. Já vi essa livro em vários blogs, se arranca risos, lágrimas e tem muitas surpresas deve ser muito bom.
    Adorei sua resenha.
    Abraços,
    Juliana.
    www.fabulonica.com

    ResponderExcluir