A Garota do Calendário: Fevereiro - Audrey Carlan

Informações Técnicas

Volume #2
Editora: Vêrus
Ano: 2016
Páginas: 135
Compre 



Fevereiro é o segundo volume da série A Garota do Calendário. Aqui nós temos a história de Mia Saunders: Uma garota que consegue se manter, tem um apartamento seu, paga suas contas, está tentando virar atriz e se apaixona rápido. Porém o pai dessa garota é viciado em jogos, e contraiu uma dívida com um cara muito perigoso. Após ele levar uma "surra" e ficar em coma, o cara diz a Mia que ela deve pagar a dívida do pai - que está avaliada em um milhão de dólares - ou ele irá morrer. 

“Blaine me prometeu o mundo e me deu o inferno na Terra.”

Então Mia não tem outra escolha: Ela entra na empresa de acompanhante de luxo de sua tia e irá passar todo mês com algum ricasso, que irá encher seu guarda roupa - e seus bolsos -, assim, ela poderá pagar a dívida do pai. E ela não precisa fazer sexo com eles. Só precisa manter o coração fechado, e ela terminará o ano sã e salva.

Nesse mês nós temos a história de Mia com Alec: um pintor francês, que a pediu como musa para sua nova exposição. Ele é muito excêntrico, e Mia aprenderá muito sobre sexo e amor próprio nesse mês.

Devo começar dizendo que ninguém vai amar o Alec a ponto de querer ele com a Mia para sempre. Sério, Wes ainda habita o coração de todos que leram Janeiro, e isso não vai mudar. Porém devo dizer que Alec contribuiu e muito para a evolução de Mia na história. Primeiramente, porque ele desenvolveu um sex apeal que até então a Mia não tinha. Sim, quem chamava a atenção no livro anterior era toda a sensualidade do Wes e não da protagonista.

Porém nesse livro encontramos uma Mia que no início era a mesma indecisa e boba e chorona que tínhamos no primeiro livro, e no "andar" do livro ela vai se tornando mais confiante e destemida, e passou a amar o seu físico, seu intelecto e tudo aquilo que ela está fazendo no momento. 

E ele ensina muito mais a ela, ele ensina sobre paixão, amor. O francês tem um borogodó que só ele mesmo. Sério, por mais que eu achasse ele bem workaholic (como minha mãe, e isso me dá nos nervos), e muitas vezes bem chato com a relação que tinha com a Mia, ele consegue ser hiper sexy e inteligente em diversos momentos. Ele passou através da arte, uma lição de aceitação e amor próprio que tocou até o meu coração. kkkk

A edição continua linda, por mais que eu não tenha gostado tanto desse vestido. Pra mim o mais lindo é o de março, mas cada um tem seu gosto pessoal, e eu respeito. Eu tô amando ler essa série, porque são livros hot que eu adoro, são curtinhos e não me cansam e tem uma narrativa super sexy e interessante. Então quem gosta desse gênero, provavelmente vai gostar dessa série.

You May Also Like

12 comentários

  1. Olá!
    Não sou muito fã de livros hot, mas vejo tanta gente falando desta série que aos poucos estou me interessando. As capas são lindas e a de fevereiro é bem comportada até em relação com as outras.

    ResponderExcluir
  2. Tá todo mundo falando desse livro, então estoou bem empolgada para ler todos eles,

    ResponderExcluir
  3. Não vejo a hora de ler esse livro. Não sei porque mas imaginei que esse Alec parece ser bem engraçado (a combinação de pintor, francês e excêntrico me faz pensar isso) e gostei que ele vai deixar Mia mais sensual e fazer ela se sentir mais confiante em relação ao seu corpo. Fiquei curiosa para ler essa parte da lição de aceitação e amor próprio que tocou o seu coração kkkk O vestido que eu mais gosto é o de janeiro.

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Como eu havia comentado na resenha de janeiro, esse tipo de leitura na o funciona para mim, mas gostei muito dessa resenha, gosto de personagens que evoluem com o passar do livro e esse me parece ser esse tipo de leitura, gosto de livro que se aprofunda mais então esse é um dos motivos pelo qual eu não irei ler essa série.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o primeiro livro da série, mas estou lendo e ouvindo tantos comentários positivos sobre essa série que minha vontade de ler só aumenta.
    Adorei sua resenha, apesar deste segundo livro não me parecer um dos melhores da série.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Bacana conferir já a continuação, já que estou por dentro da historia, devido a tua resenha do primeiro livro. Interessante ver o crescimento dela na historia, e isso se torna um ponto positivo na historia. Eu amei esta capa....

    ResponderExcluir
  7. Essa série esta um sucesso, só não leio por ser erótica, mas o mocinho do livro anterior conseguiu conquistar as leitoras, e esse outro mocinho também parece cativar o leitor e fazer a protagonista conhecer sobre si mesma, eu achei essa a capa mais sem-sal da série, mas o padrão que elas seguem é bonito de acompanhar

    ResponderExcluir
  8. Vou ler esse agora, mas ainda estou com ressaca do mês de janeiro, não acredito que ela conseguiu ir embora mesmo depois da proposta do Wes em querer ajudá-la, mas ok, ainda teremos o ano inteiro pela frente. Espero que assim como a Mia, a escritora tenha se aprimorado mais, por enquanto tá light, mas tá meio rasinho essa trama, espero que nos próximos a Mia ganhe mais profundidade.

    ResponderExcluir
  9. Acho que o que vai ser legal de acompanhar nessa série é o que ela aprende com cada homem. Só que esse livro me deixou meio pé atrás porque já vi muita gente dizendo que é só sexo e pouca história. Além de corrido. Sei não. Não gosto de livros assim.
    Talvez dê pra gostar por essa parte artista do homem, se tiver algumas coisas interessantes dele por esses lados. Isso de aprender a gostar de si mesmo, se aceitar, achei legal.
    Pra quem procura livros curtos, com pegada hot e bem sexy a série é muito boa mesmo.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. sua resenha tá sendo a que está me cativando mais com essa série me deixando com um pouquinho de vontade de ler.
    falando do desenvolvimento da mia dos aprendizado e tudo mais
    não sabia que o francês ia ensinar tanto a ela, imaginava que ia ser só a questão de modelo e só isso. quase não vi comentário sobre o alec, acho que como vc disse o wes conquistou o povo
    mas... como eu disse, pela primeira vez eu estou ficando curiosa para ler

    ResponderExcluir