O Despertar do Príncipe - Collen Houck

Informações técnicas
Deuses do Egito - Volume #1
Edição: 1
Editora: Editora Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 384
Comprar 






O despertar do príncipe conta a história de Liliane Young: Filha única de um casal rico e importante na sociedade, Liliane se sente pressionada pelos pais e o que eles querem para o seu futuro. O único refugio que ela tem é o Museu Metropolitano de Arte, onde se esconde para estudar as pessoas e o que gosta. O que ela não esperava era encontrar um príncipe egípcio divino, com moderes incríveis e uma humanidade para salvar. E que ela estaria ligada a tudo isso. Agora Lily tem que se unir a Amon, o Deus do Sol, para se aventurar pelo Vale dos Reis, afim de encontrar os outros dois irmãos de Amon e impedir que um Deus sombrio chamado Seth cause destruição no mundo.

Segundo Runihura, Seth nos deu muito, e em troca de tudo que recebemos devemos oferecer aquilo que nos é mais precioso.

Admito que essa é a primeira vez que leio uma obra da Collen Houck. E admito também que fiquei encantada com a obra, a escrita e o desenvolvimento dado pela autora. Sempre tive uma queda por seres mitológicos, e entender a mitologia egípcia se tornou muito mais agradável da forma como a Houck apresentou. Liliane entendia pouco do assunto, e Amon fez um papel fundamental em ensiná-la.


Quase a obra é narrada a partir do ponto de vista de Liliane, exceto nas partes histórias que retratam como Amon chegou a ter seu destino selado. Essas são narradas a partir da terceira pessoa. É muito bom ter todo o ponto  de vista de Lily, pois ela é uma personagem extremamente engraçada. 

Sério, por que os caras bonitos e interessantes sempre precisam ter um parafuso a menos?

Eu ouvi muitos comentários sobre a personagem principal da outra série da Houck, que ela era chata e mimizenta. Então venho aqui para alegrar vocês que Lily é exatamente O OPOSTO. Ela é engraçada, decidida e embora as vezes se torne um pouco complicada por não saber nada em relação aos sentimentos entre ela e Amon, é completamente compreensível o que ela tá passando. Mas em nenhum momento ela se faz de coitadinha ou algo parecido. Ela quer ser mais e melhor por Amon, e isso é lindo.

Suas sobrancelhas se abaixaram enquanto ele se concentrava, depois se ergueram quando sua boca se curvou para cima em um sorriso genuíno. Foi uma expressão tão solar, tão cheia de contentamento, que me peguei querendo me banhar naquele sorriso.

Por falar em Amon, preciso falar sobre o Deus do Sol. Ele chegou chegando, todo burro porque passou mil anos sem acordar e estava todo perdido na tecnologia, começou logo aprisionando Lily a ele, e a gente tem raiva dele? Nãããão ! A gente acha bonitinho porque ele é um Deus do Sol e é burrinho. Só que com poucos capítulos - poucos mesmo - Amon vai se adaptando a tudo, para não criar problemas, e ao mesmo tempo ele vai se afeiçoando a Lily, criando um homem protetor, carinhoso e preocupado. E é muito lindo a forma como ele se relaciona com ela.

– Um lírio do deserto não olha com ciúme para uma reles violeta.

Preciso dizer que a diagramação está perfeita, essa capa metálica é linda, e eu não encontrei nenhum erro de tradução e/ou gramática. A Editora Arqueiro manteve o padrão do original, e não demorou a trazer o segundo livro dessa série no qual eu já li e em breve vai ter resenha para vocês dele aqui. E preciso dizer: Perfeito. Leiam.

– Ah. Um dia você precisa me dar uma aula de palavrões em egípcio antigo. Se eu continuar andando com você, acho que isso pode vir a ser bem útil.


You May Also Like

10 comentários

  1. Olá Tamiris, adorei a resenha.
    Sou louca pelos livros da Collen Houck, já li O Despertar do Príncipe e me apaixonei completamente pelo Amon, quero muito ler o segundo livro espero que seje tão bom quanto o primeiro.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já tinha visto uma resenha sobre este livro e não tinha gostado nada da história. Li sua resenha e comecei a enxergar com outros olhos. Gostei bastante de como você expôs os fatos sobre o que acontece na história. Ah não consegui ver as fotos da resenha :/ acho que deve ser alguma incompatibilidade com meu computador.

    ResponderExcluir
  3. ''Eu ouvi muitos comentários sobre a personagem principal da outra série da Houck, que ela era chata e mimizenta. Então venho aqui para alegrar vocês que Lily é exatamente O OPOSTO'' MELHOR PARTE DA RESENHA kkkkkk Adoro a escrita da Colleen e como ela consegue nos ensinar sobre uma cultura/ mitologia sem sequer ''percebemos''. Não conheço muita da mitologia egípcia e estou bem animada para poder aprender algumas coisas. Gosto quando a narrativa da personagem é engraçada e o protagonista ser todo protetor, já shippo o casal sem nem ler a história. Também adorei a capa e esse efeito metalizado que a Arqueiro coloca em todos os livros da Houck

    ResponderExcluir
  4. Amo esse livro e amo essa autora! <3
    Me apaixonei por ela em A maldição do tigre e esse livro só veio pra reforça meu amor. Preciso de dinheiro para comprar o livro 2.

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Eu já tinha lido algumas resenhas sobre a obra, mas confesso que não me encantou não, a premissa é interessante mas gostei de como descreveu a personagem, e o Deus do sol meu deus que encantador, enfim no momento essa não é uma leitura para mim.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
  6. Olá Tamires! Minha experiencia com livros deste gênero eram zero até que li Percy e adorei mesmo. Achei bacana a proposta do livro,mas como comentou na resenha li muitas resenhas negativas em relação a protagonista. Mas éum livro que tenho interesse em ler para saber se gosto ou não, pois tenho curiosidade de ler outro livro do gênero! Beijoo

    ResponderExcluir
  7. Também adoro livros que explorem culturas diferentes, nesse caso a egípcia parece ter tido destaque pela autora, e a Collen é elogiada pelas suas histórias diferentes e bom desenvolvimento, por isso esse livro já é um desejado, pelo qual estou com as expectativas altas

    ResponderExcluir
  8. Gosto dos livros dela por isso. Tem mitologia e cultura, Deuses, histórias que de certa forma te ensinam alguma coisa ou ao menos te fazem querer saber mais do assunto.
    Aquela outra série dela é boa. Tá, a garota tem lá seus momentos de chatice, mas vale a pena. Bom saber que essa daqui é melhorzinha. Já dá uma animada.
    E com mitologia, Egito e toda essa mistura nas histórias que ela faz? Só pode ter coisa boa aí. A escrita da autora não decepciona. Quero ler, acho que é bom mesmo e vale a pena.

    ResponderExcluir
  9. eu adorei esse livro
    mas como eu sou muito fã de fantasia sou suspeita para falar. achei a lily uma personagem bem melhor do que a da saga do tigre (sorry péssima com nomes)
    e vamos ser sinceras eu não sabia que podia me apaixonar por uma múmia!
    p.s. as fotos não abriram...

    ResponderExcluir
  10. Eu já tinho visto a série mas não fazia ideia que se tratava de mitologia, não conheço muita coisa sobre o mundo mitológico e acredito que a leitura será proveitosa. Que bom que a personagem principal, a Lily, é carismática e te agradou, acho bem chato quando a gente lê um livro e não se identifica muito com o protagonista.

    ResponderExcluir