Pensei que fosse verdade - Huntley Fitzpatrick

Informações Técnicas

Edição: 1
Editora: Valentina
Ano: 2016
Páginas: 336
Compre




Vamos ao meu segundo livro lido da Huntley Fitzpatrick. Nesse nós temos a história da Gwen Castle. Ela é uma jovem de 17 anos, que mora na ilha de Seashell, onde a sua mãe é a faxineira da ilha e seu pai é dono de uma pequena lanchonete que abre apenas em algumas épocas do ano. Com os pais separados, Gwen mora em uma pequena casa no lado desfavorecido da ilha junto com sua mãe, seu pequeno irmão, seu primo e seu avô materno.

Durante as férias de verão, Gwen sempre arruma algum trabalho para ajudar com as despesas da casa, em especial as contas médicas de Emory, seu irmãozinho, que necessita de atenção especial, mas assim como qualquer outro jovem de sua idade, Gwen comete erros, e infelizmente alguns erros cometidos no verão passado ainda refletem em sua vida e em sua reputação atual.

Só que esse verão, uma peça principal do seu passado está de volta a ilha, e ainda trabalhando de faz tudo no local que ela trabalha. Cassidy trás lembranças fortes do verão passado, e além de estar sempre por perto, ela ainda tem que dar aulas de reforço a ele. O que a leva a pensar que ela não poder seguir o caminho dos seus pais, e deve sair daquela ilha.

Uma garota do lado errado da ilha e um garoto rico, muitos erros, e um verão que pode aproximá-los, ou afastá-los para sempre.


Primeira coisa que eu tenho a dizer: Amei fazer a leitura coletiva com a Valentina. Foi uma experiência muito legal, e espero poder fazer mais vezes. Então, falando sobre o livro, eu gostei muito dele. Ele vem com a mesma linha de raciocínio que a Fitzpatrick usou em Minha vida mora ao lado: Ela coloca uma história próxima a realidade, que pode acontecer com qualquer um, e explora dor e sofrimentos reais, mas coloca um romantismo em tudo isso.

" Eu amo meu irmão mais do que as palavras podem expressar. Mas, como meu primo, quero ir embora da ilha. Pelo menos por um tempo. Se, por algum motivo eu acabar ficando… quero se seja por minha livre e espontânea vontade."

Narrado a partir da Gwen, é fácil entender tudo que ela pensa e sofre durante o livro. Primeiro, a sua relação com o Emory, seu irmãozinho. Ele tem necessidades especiais, não é considerado autista, porém precisa de tratamento e cuidados diferenciados. Após um incidente na piscina, onde ele quase se afoga, ela precisa começar a ficar perto do Cassidy, que é um exímio nadador, e vai ensinar o Emory um pouco do que sabe. Em troca a Gwen tem que dar uma aulas de literatura. O que acaba afetando mais o que a Gwen sente.


Acredito que Em foi basicamente a peça chave mais importante da história. Ele faz, mesmo sem querer, os personagens pensarem as sua volta, e é incrível. Aos poucos ele ganhou espaço na obra, e fez com que o leitor se encantasse com ele. A autora abordou esse tema de uma forma linda e espontânea, como sempre.

" …finalmente entendi que às vezes nós nos apegamos a uma coisa… uma pessoa, um ressentimento, um arrependimento, uma ideia de quem somos… porque não sabemos o que buscar em seguida."

A relação da Gwen com o Cassidy é complicada e confusa, e por muito tempo você fica pensando o que eles estão fazendo afinal, porém tudo é explicado e você passa a ter um sentimento pelos dois, e torcer pelo melhor. A autora conseguiu lidar bem com um relacionamento amoroso no meio de tantos problemas pessoais, e mensagens significativas que ela devia passar ao leitor. 


Foi muito bom rever alguns personagens de Minha Vida Mora ao Lado, porque a história passa-se na mesma cidade, e é muito legal esse entrosamento que a autora faz entre as duas obras. Para terminar de completar, devo elogiar a Editora Valentina pelo belíssimo trabalho na diagramação deste livro. As minhas lombadas estão mais lindas, a capa ficou super fofa e colorida e a Helô fez uma tradução maravilhosa, ou pelo menos eu não encontrei erro algum.

Pensei que fosse verdade encanta, e acredito que todo mundo deva ler.

You May Also Like

10 comentários

  1. Eu gosto muito quando um livro traz mais do que um simples romance, mas quando proporciona ao leitor uma experiência única, onde amadurecimento de personagens, escolhas erradas e a influência da família podem ser os maiores vilões na trama, falar com tanto discernimento e envolver cada palavra é o que me faz querer um livro, e você me fez querer esse!

    ResponderExcluir
  2. Queria ter participado dessa leitura coletiva. Só não deu =/
    E é bom saber que o livro tem a mesma linha daquele outro dela. Gostei bastante da forma como ela escreveu uma história bem real e cheia de romance daquele jeito. Nesse parece que o pessoal tem um monte de problemas, mas o romance deixa tudo bem interessante e acho que tem bons personagens aí.
    E ainda passa na mesma cidade que o outro livro. Tem como não adorar isso? Quero ler também.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Em primeiro lugar quero elogiar esta lombada que é realmente muito linda. A estória não está entre meus gêneros preferidos de leitura, mas acho que vale super a pena conferir. Amei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Tamires!
    Não li nada da autora ainda, porém gostei muito de toda trama que envolve esse livro.
    Fiquei curiosa por saber como a protagonista vai lidar com as situações que se apresentam e claro, saber se o romance vai dar certo ou não, apesar do passado deles.
    “Buscamos, no outro, não a sabedoria do conselho, mas o silêncio da escuta; não a solidez do músculo, mas o colo que acolhe.” (Rubem Alves)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito de romances, e esse parece ser do tipo que mais gosto. Fiquei bem curiosa para saber o que acontece neste verão antes do qual é narrada a história, o que aconteceu entre Gwen e Cassidy. Achei bonita a relação entre Gwen e seu irmão Emory. A capa é bem bonita, embora não goste de capas com modelos, essa parece ilustrar muito bem a história, a lomba é linda também. Gostei muito da resenha e da dica, já torcendo pelo casal e também espero poder participar de alguma leitura coletiva um dia...rs... nunca participei, parece ser divertido..rs...
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  6. Ai, que fofo! Confesso que eu só tinha vontade de ler Minha Vida Mora ao Lado, já que já tinha lido outra resenha sobre esse livro e por algum motivo não tinha gostado... Mas agora sabendo do Emory e como ele direciona os personagens à sua volta devido sua condição, achei bem fofo, imaginei um menininho lindo que é um cupido bem sutil ao estilo de filmes fofos de Sessão da Tarde (nem sei se é isso mesmo, mas imaginei assim hahaha).
    Sobre o livro, também achei lindo, mas confesso que sempre presto mais atenção aos outros da sua estante que você mostra nas fotos (os da Sophie Kinsella ali no cantinho, mais especificamente) ^^

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bom?
    O livro parece ser muito lindo, e achei super bacana saber que a autora cria, personagens e acontecimentos mais próximos da realidade, e a nossa protagonista me parece ser uma pessoa muito dedica e esforçada, gostaria muito de ter oportunidade de ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Amei a resenha, fiquei bem curiosa para ler o livro, e apesar de a personagem não existir realmente já sinto uma ligação com ela, tenho dois irmãos especiais e sei o quão importante é o auxílio em momentos como esse, o fato que ela tem que conviver diariamente ja é difícil por si só, enfim também gostei da ação da editora Valentina na leitura coletiva é ótimo, irei ler esse livro com toda certeza.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  9. eu ainda não li o minha vida mora ao lado, mas acho legal quando a autora faz essas ligações não uma continuação. mas esses laços entre a histórias
    eu normalmente não leio muito romances que o foco é história de amor em si. mas isso muda dependendo dos personagens
    e pelo jeito gwen é o tipo de personagem que eu gosto batalhadora e amável
    acho que vou dar uma chance para ele

    ResponderExcluir
  10. Oi Tamiris...
    Amo um bom romance... E esse livro faz bem o meu estilo... Gosto de histórias que são próximas à nossa realidade, o que acaba por nos trazer alguns momentos de reflexão. Fiquei bastante curiosa para ler "Pensei que fosse verdade" e conhecer um pouquinho mais da relação entre Gwen e Cassidy. O que mais me deixou interessada nesta leitura, foi saber que a história se passa na mesma cidade que o livro "Minha Vida Mora ao Lado" e alguns personagens voltam a aparecer por aqui... Com certeza lerei em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir